10 Dicas de E-commerce para ter bons resultados em 2022

Se está a pensar abrir a sua própria loja online ou está à procura de dicas de e-commerce para melhorar os seus resultados. Confira alguns dos principais aspetos que a sua loja online deverá oferecer para se destacar da concorrência e conquistar mais clientes.

 

1-Utilize uma plataforma profissional

Antes de mais, é importante falarmos sobre a própria estrutura da sua loja online, tendo em conta que já existem diversas plataformas de e-commerce que podem ajudá-lo a fazer isso dentro de poucos minutos.

Utilizar uma plataforma profissional ajudá-lo-á a otimizar diversos aspetos do seu negócio, como:

  • Controlo de stock;
  • Histórico de produtos e de clientes;
  • Gestão de entregas;
  • Gestão de meios de pagamento;
  • Certificados de segurança;
  • Entre diversos outros recursos.

Portanto, se ainda não decidiu a plataforma de e-commerce que pretende usar, comece a pensar nisso.

2-Disponibilize atendimento através de chat online

Além de oferecer uma página com design profissional, outra excelente dica de e-commerce é investir no atendimento ao cliente e oferecer uma experiência personalizada a cada um dos utilizadores.

Por isso, um chat online vai ser capaz de monitorizar e abordar os visitantes em tempo real, assim como responder a perguntas e resolver problemas, sem que precisem de procurar informações noutras fontes.

 

3-Foque-se na fidelização de clientes

O custo de retenção de clientes é 5 vezes mais barato que o custo de aquisição de novos clientes no e-commerce, Confira alguns dados curiosos:

  • Um cliente que já comprou numa loja online tem 60% de probabilidade de realizar uma nova compra. Por outro lado, um novo visitante que ainda não comprou nada tem apenas 20% de probabilidade de fazer a primeira compra;
  • Em média, 20% de toda a base de clientes de um e-commerce é responsável por 80% da receita;
  • Apesar da sua importância, apenas ⅔ das empresas investem e priorizam a fidelização de clientes;

Por fim, aumentar a probabilidade de retenção em apenas 5% pode significar um aumento de até 25% a 95%.

4-Crie o seu funil de vendas

Um funil de vendas é um modelo estratégico que o ajuda a visualizar toda a jornada do cliente de uma forma mais prática e estruturada – além de o ajudar a organizar os seus processos de venda e estratégias de marketing, utilizando o funil como base.

Portanto, se ainda não criou o seu funil, é recomendado fazer isso o mais rápido possível para qualificar leads e estruturar a sua comunicação para conseguir convertê-los de prospects para leads, e de leads para clientes.

No topo do funil, é necessário investir em ações que auxiliem os próprios clientes a descobrirem e reconhecerem que possuem um problema – e que este pode ser resolvido pelas soluções ou produtos oferecidos pelo seu negócio.

No meio do funil, quando os visitantes já demonstraram interesse nos produtos e foram convertidos em leads, é a hora de realizar campanhas para gerar oportunidades de venda.

No fundo do funil, é onde se faz negócio, invista em ações de marketing quanto na apresentação de descontos e aplique técnicas de venda para atrair o cliente e evitar que o mesmo compre nos seus concorrentes.

 

5-Gira o relacionamento com os clientes

Gerir o relacionamento com os seus clientes é importantíssimo, estamos a falar de estruturar a sua comunicação e utilizar sistemas projetados para o ajudar a fazer exatamente isso, como é o caso dos sistemas de CRM (Customer Relationship Management).

Utilizando um CRM em conjunto com o seu funil de vendas, poderá rastrear ações e atividades da sua equipa de atendimento e vendas, como por exemplo: entrar em contacto com o cliente, enviar orçamentos, fazer devoluções, apresentar cupões de desconto, realizar follow ups (acompanhamento), entre outras tarefas.

 

6-Invista em e-mail marketing

Ainda hoje, o e-mail marketing é um dos melhores canais para enviar promoções e chamar a atenção dos seus clientes. E isso dificilmente irá mudar nos próximos anos. Confira algumas estatísticas em relação ao e-mail marketing:

  • 7% das empresas adotam estratégias de e-mail marketing. Dessas, 91% acreditam na sua eficácia;
  • 3% das empresas que não fazem e-mail marketing ainda afirmam querer adotar a estratégia no futuro;
  • 2% das empresas que empregam este tipo de estratégia utilizam uma ferramenta de e-mail marketing.

Invista neste canal e faça envios de newsletters, promoções, chame a atenção para o seu programa de fidelidade e outros, para que possa reativar clientes e gerar novas oportunidades de venda.

 

7-Reforce a sua presença nas redes sociais

Assim como o e-mail marketing, as redes sociais também são uma excelente plataforma para criar engagement com o seu público-alvo, realizar campanhas de marketing digital e fazer com que cada vez mais pessoas conheçam a sua marca.

Porem há uma diferença significativa no tipo de conteúdo partilhado em perfis de negócios do Instagram e páginas de negócios do Facebook.

E claro, é possível investir no marketing de influencers para impulsionar a sua marca, visto que os mesmos têm muito poder social.

 

8-Disponibilize a sua loja online na versão mobile

Utilizar smartphones ou tablets para comprar é uma tendência que continuará em crescimento nos próximos anos, de acordo com diversos estudos e referências obtidas a partir dos anos anteriores.

Portanto, ter uma página inteiramente responsiva e compatível com dispositivos móveis é importantíssimo.

 

9-Planeie o seu cronograma anual

Outro aspeto importante para todas as lojas online é planear o cronograma anual e estruturar as ações e estratégias que serão aplicadas em datas especiais, como é o caso da Black Friday, Natal, Ano Novo, Dia da Mãe, Pai, ou essencialmente qualquer outra data pertinente e significativa para o seu negócio.

Portanto, não deixe para a última hora, estruture um planeamento para que possa estar preparado quando essas oportunidades de gerar mais vendas online aparecerem.

 

10-Solicite feedback dos seus clientes

Por fim, é muito importante dar voz aos seus consumidores e solicitar feedback para que possam avaliar a qualidade dos seus produtos e serviços.

Só assim poderá identificar problemas o mais rápido possível e realizar ajustes ou correções antes que estes possam impactar negativamente a experiência de compra online de múltiplos clientes.

Peça aos seus clientes para deixar comentários na sua página de produto, a informar se gostaram do tempo de entrega, da qualidade do produto, entre outros fatores.

 

Aceder à fonte da notícia